Planejamento Financeiro: Como montar o seu?

Atualizado: Abr 3

Viajar? Comprar um celular novo? Aposentadoria? São vários os objetivos que temos em nossas vidas, alguns grandiosos, outros menores, mas uma coisa é certa: para que você possa alcançar o que deseja na vida, você não pode deixar de lado uma etapa essencial que é o Planejamento. Neste artigo vou abordar com você algumas ideias sobre o planejamento financeiro.

Pois bem, para que possamos realizar os objetivos de nossa vida temos que planejá-los e se estes objetivos envolvem recursos financeiros, então temos que montar o nosso planejamento financeiro, que nada mais é do que definir o que queremos, quando queremos e quanto de dinheiro iremos precisar para nossos objetivos. Em se tratando da relação que temos com o nosso dinheiro uma máxima se mostra verdadeira: "dinheiro sem destinação se acaba rapidamente". Isso quer dizer que você deve delegar metas para cada real que você ganha com sua atividade produtiva, caso contrário você vai encontrar vários motivos para gastar seu dinheiro sem motivos que sejam realmente relevantes.

Para que você possa começar a criação de seu planejamento é importante ter um método. Inicialmente eu sugiro que você tenha três critérios em mente para que assim possa ter mais clareza ao montar o seu plano:


1) RELEVÂNCIA

Entender o que é importante para você é a base para que seus planos sejam traçados. Pare e pense o que você realmente quer. Aqui não você não deve se importar com o que pode parecer supérfluo, afinal só você sabe o valor das horas que empregou para que pudesse ganhar o seu dinheiro, então, convenhamos que não há ninguém melhor do que você para dizer qual o melhor destino para dar aos seus recursos. Por exemplo, digamos que no seu momento presente de vida o que realmente importe para você seja conhecer novos lugares, ter itens modernos da tecnologia pessoal e garantir saídas períodicas com a pessoa amada. Dessa forma você já tem em mente o que é realmente importante para você. E isso é algo que é totalmente pessoal, por isso digo que não deve-se dar ouvidos ao pensamento de terceiros sobre o que pode ser supérfluo ou não para você.


2) TEMPO

Entender que as coisas boas levam tempo para acontecer é crucial, pois sabendo mensurar o tempo para cada aquisição de objetivos é o que vai lhe fazer ter uma visão realista do seu plano financeiro. Primeiramente lhe faz ter a ideia de que "nem sempre podemos ter o que queremos, quando queremos" e depois lhe faz ter o prazer da conquista por ter conseguido se manter disciplinado e focado para que fizesse algo de importante acontecer. É basicamente saber que temos objetivos a realizar de curto, de médio e de longo prazo. Nesse ponto a sabedoria reside justamente em saber atribuir a cada objetivo a unidade de tempo apropriada. Vamos pensar em três exemplos: a) uma viagem internacional; b) comprar um tênis novo; c) adquirir um imóvel para moradia. Dentre esses objetivos, você consegue definir qual se encaixa no curto, médio e longo prazo? Sabendo atribruir o tempo certo das coisas, então pode-se passar para o próximo critério.


3) CUSTO

Aqui o entendimento é sobre o total de dinheiro que você tem que ter para realizar cada objetivo. Sabendo estimar quanto custará realizar cada objetivo ficará mais simples saber quanto tem que se poupar do seu dinheiro para realizar o que se almeja. Usando os nossos três exemplos anteriores, digamos que uma viagem internacional custe R$ 8.000,00; o tênis novo custe R$ 300,00 e a aquisição do imóvel custe R$ 100.000,00. Sabendo quanto custam esse objetivos, podemos definir nos seguintes prazos:

CURTO PRAZO: Tênis novo R$ 300,00

MÉDIO PRAZO: Viagem Internacional R$ 8.000,00

LONGO PRAZO: Casa Própria R$ 100.000,00


Denifidos os objetivos, sua relevância e seu prazo, só resta definir quantos recursos serão destinados para cada um, mensalmente e onde aplicar. Nesse ponto entra algumas considerações importantes para que, enfim, o planejamento financeiro possa ter resultado: a disciplina pessoal e o conhecimento básico sobre as opções de ativos financeiros disponíveis no mercado. Temos várias opções classificados em: Investimentos de Renda Fixa e Investimentos de Renda Variável. Cada investimento sendo apropriado para cada tipo de objetivo. Caso queira saber mais sobre esses investimentos em renda fixa (que é por onde todo investidor iniciante deveria começar), Clique Aqui!

Outro ponto importante é saber quanto destinar mensalmente para cada objetivo. Vamos pensar assim: para um objetivo de curto prazo você estime um prazo de 12 meses; para um de médio prazo você estime 60 meses (5 anos) e para um objetivo de longo prazo você estime um prazo de 120 meses (10 anos). Assim podemos fazer uma simples divisão para definir as metas a alcançar mensalmente: Para o tênis novo (curto prazo) teremos R$ 300,00 / 12 = R$ 25,00. Para a viagem internacional (médio prazo) teremos R$ 8.000,00 / 60 = R$ 133,33. E por fim para a aquisição da casa própria (longo prazo) teremos R$ 100.000,00 / 120 = R$ 833,33. Somando e arredondando (para cima) então você terá o valor mensal de R$ 993,00 para alcançar estes três objetivos dentro dos prazos estabelecidos.


Então a base de um bom planejamento financeiro é essa: definição do que é importante para você; definir os prazos para que consiga alcançar seus objetivos; definir quanto de dinheiro será destinado para seus objetivos e saber onde aplicar os recursos. Seguindo essas ideias, muita coisa do que se pretende alcançar nessa vida se tornará possível. Claro, nada de montar planejamentos fantasiosos, como "ter um milhão no mês que vem!", pois as chances de isso ocorrer são mínimas. Mas o que eu quero mostrar para você é que é muito importante que se tenha um plano para o que fazer com o seu dinheiro e não ficar apenas sendo vítima das influências das propagandas, do comércio e do consumismo.


CLIQUE AQUI para conhecer o meu e-book: "Princípios da boa gestão financeira". Um manual simples e prático com os conhecimentos sobre Educação Financeira que irá lhe ajudar a alcançar um nível financeiro mais sustentável e próspero!


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo