05 crenças limitantes que lhe impedem de crescer financeiramente.

Atualizado: Jul 14

"Dinheiro não traz felicidade". Com certeza você já deve ter ouvido algum familiar, amigo ou conhecido dizer essa célebre frase, seja por brincadeira ou mesmo porque a pessoa que falou isso pra você realmente acredita nisso. Mas até que ponto esse tipo de frase lhe influencia na relação com o seu dinheiro? Primeiramente, vamos usar um pensamento que está presente no livro "Os Segredos da Mente Milionária" do autor T. Harv Eker. Segundo o autor, trabalhamos da seguinte forma: "PENSAMENTOS conduzem a SENTIMENTOS. SENTIMENTOS conduzem a ações. AÇÕES conduzem a RESULTADOS." Dessa forma, o que você costuma pensar é a base para os seus resultados, então algumas frases relacionadas ao dinheiro que estão "na boca do povo" podem levar você ao que chamamos de crenças limitantes, que nada mais são do que crenças que você adquire e que lhe impedem de melhorar o seu nível em qualquer área que seja (por isso são chamadas de limitantes). Vejamos 05 crenças limitantes presentes na sabedoria popular financeira:



"DINHEIRO NÃO TRAZ FELICIDADE"


Essa talvez seja uma das mais clássicas que você já deve ter ouvido. Pessoas que professam esse tipo de pensamento são as que não entenderam ainda a utilidade do dinheiro para a nossa vida, na melhor das hipóteses encaram o dinheiro como um "mal necessário". O grande erro nessa frase é pensar que o dinheiro em si é um fim a ser perseguido, quando na verdade ele é apenas um meio que nos permite obter o que precisamos e desejamos nessa vida, nada mais que isso. Afinal, sem dinheiro você nem mesmo estaria aqui lendo esse artigo. Com dinheiro você consegue comprar comida, comprar roupas, pagar pela sua educação, proporcionar momentos de lazer para você e sua família, ajudar pessoas carentes... enfim, ele vai lhe servir como um meio para alcançar a felicidade.


"CAIXÃO NÃO TEM GAVETA"


Essa aqui é uma frase usada mais como desculpa do que como outra coisa. Acreditar nessa ideia é não querer assumir a responsabilidade por sua vida financeira e não se comprometer com a gestão de seu dinheiro que é o que vai lhe permitir ter patrimônio ao longo da vida, afinal "se eu morrer o que vou levar comigo"? Pensar dessa forma vai fazer com que você se contente com o suficiente ou viva de uma forma perdulária, gastando com irresponsabilidade. É certo que ao morrer nada do material que tivemos enquanto vivos vai importar, mas enquanto estivermos por aqui temos o dever de viver com dignidade e plenitude, consumindo de forma sustentável, provendo o sustento de nosso lar e não criando problemas para as gerações futuras.


"OS RICOS SÃO DESONESTOS"


Pensar assim vai levar você a cair na máxima "você não se torna o que você abomina". Então se você é uma pessoa correta, honesta e íntegra, ao pensar dessa forma, achando que para enriquecer você terá que fazer coisas desonestas, nunca poderá melhorar o seu nível financeiro ou mesmo não vai poder se tornar rico (financeiramente falando). Claro que existem pessoas que tem bastante dinheiro que conseguiram chegar nesse nível por meios ilícitos ou pouco éticos, mas isso tem muito mais haver com a pessoa em si do que o fato de ser rico, afinal existem pessoas boas e ruins em todos os meios sociais (empresas, famílias, igreja, governo). Então não pense que para enriquecer você terá que ser uma pessoa desonesta, pois isso só vai lhe atrasar em termos financeiros.


"EU NÃO SOU DA ÁREA FINANCEIRA"


Ou mesmo "eu não sou bom em matemática, por isso não me dou bem com as finanças" é o tipo de crença que nasce mais por ignorância do que por formação acadêmica, mas não é pra menos, afinal educação financeira não é um assunto muito comum durante nossa preparação para a vida. A família não ensina, a escola não ensina, o governo não ensina. Veja só, se para a pessoa ter uma boa gestão de suas finanças e assim consiga construir um patrimônio sólido ela precisasse, necessariamente, ser boa em matemática ou ser formada em alguma área ligada às finanças, os cursos mais procurados nas faculdades seriam Matemática, Administração, Contabilidade, Economia e poderíamos pensar que todo Matemático, Administrador, Contador e Economista são ricos. Como eu sempre costumo dizer: "Dinheiro não tem área de formação específica". O que falta é entender os princípios da educação financeira para que assim você possa ser um expert na gestão de seu dinheiro, independentemente de sua formação acadêmica.


"FINANÇAS SÃO COMPLICADAS"


Muitas pessoas acham os conhecimentos sobre dinheiro e finanças complicados, ou no mínimo chatos, mas pensar dessa forma é como querer fazer uma viagem para um lugar novo sem ao menos ter referências do lugar para aonde se vai. É querer jogar um jogo sem saber as regras dele. E qual será o resultado disso? Com certeza não será satisfatório. Conhecer sobre o dinheiro, a forma de adquirir e mantê-lo é essencial para nossa vida, além disso, conhecer as formas de como podemos fazer nossos recursos aumentarem ao longo da nossa vida é a chave para o enriquecimento. O que falta é apenas entender os princípios da educação financeira e com o tempo vai ver que não são tão complicados ou chatos quanto se pensava.


Então essas foram apenas 05 crenças que fazem com que você fique limitado no que diz respeito ao dinheiro, comente caso você conheça outra crença limitante sobre esse assunto.


CLIQUE AQUI para conhecer o meu e-book: "Princípios da boa gestão financeira". Um manual simples e prático com os conhecimentos sobre Educação Financeira que irá lhe ajudar a alcançar um nível financeiro mais sustentável e próspero!


28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo